Categoria

prato único

carnes, inverno, portuguesa, prato único, pratos tradicionais, receitas

Cozido Português

Quem acompanha o blog sabe que sou fã de comidas com “sustância”. Pratos robustos sempre foram o meu fraco.

Mas esses dias meu cunhado João e o Paulo me apresentaram um prato que ganhou um camarote no meu coração, do lado da feijoada, do cassoulet e da carne de panela: o cozido português.

Aqui aproveito para pedir perdão principalmente aos leitores portugueses do blog: eu, nos meus 30 e tantos anos de idade, não conhecia essa receita fantástica. Assim minha vontade de conhecer essa terra aumenta a cada dia!

Continue lendo
carnes, comida, fazenda, fotografia, na estrada, pimenta, prato principal, prato único, pratos tradicionais, receita, receitas, regionais, viagens

Receita de Chica Doida e um carnaval na fazenda

Não tenho nada contra o carnaval, já desfilei em escola de samba, já fui em muito bailinho e tal, mas ultimamente ando pegando a estrada na direção contrária a dos foliões.

O primeiro e principal motivo é o paterno: impossível pensar em grandes festas com dois pequenos.
O segundo é o meu gosto musical: há tempos que as marchinhas e samba-enredos perderam lugar para o funk e similares. Não, obrigado.
O terceiro é porque sou velho desde pequeno: tenho um pouco de preguiça de ficar espremido no meio de tantas pessoas animadas em fazer cover de sardinha.

Continue lendo
massas, peixes, prato único, receitas, salmão

Fusilli com salmão, folhas e limão.

Ando fugindo dos preparos muito elaborados, mas continuo tentando fazer com que os pratos que cozinho tenham um gosto bom e uma aparência idem.

Quando falo de boa aparência não penso apenas nas montagens “francesas”: lindas, minimalistas, cenográficas; como apaixonado em comida vejo beleza em feijoadas, pastéis de feira, mexidos, ovos fritos e outras receitas cotidianas. Comida feia é quase sempre comida feita sem amor.

Dias atrás cheguei em casa totalmente sem disposição para a cozinha, olhei na geladeira e vi um macarrão com legumes do almoço. Fui inventar de fazer uma “torta de macarrão” que vi em algum lugar na web, definitivamente deve ter sido a coisa mais feia que já preparei. O gosto nem estava ruim, mas tenho certeza que se estivesse em um dia mais “inspirado” faria algo melhor com os mesmos ingredientes.

Continue lendo
arroz, camarão, frutos do mar, prato único, receitas

Arroz com camarão, brócolis e tomate cereja

Acho que nunca fiz essa confissão por aqui, então vamos lá: eu não sei fazer arroz.
Isso mesmo, eu não sei.
Quando preciso daquele arroz branco, soltinho e básico peço para algum amigo, parente ou para a nossa ajudante. Quando isso não é possível escapo para o lado do risoto.
Pronto, um segredo a menos…

Por isso este prato era pra ser um risoto, mas por sorte minha querida mãe estava em casa e me deu aquela força, mas acabou que a necessidade se transformou em uma oportunidade de fazer um teste que gostei muito: fazer o arroz branco separado de todos os ingredientes e misturá-los no final. Funcionou muito bem, o que dá a oportunidade de antecipar algumas etapas do preparo, facilitando a vida se você não quiser ficar muito tempo na cozinha na hora que sua casa está cheia de visitas.

Continue lendo
prato principal, prato único, receitas, sabor animado, vegetarianas

Sabor Animado #2 Abóbora recheada

Será que existe alguma coisa que não fica boa com abóbora? Até hoje, experimentei combinações infinitas e me surpreendo a cada mordida. Eu e o Marcel fizemos um almoço para alguns amigos queridos e ela foi a estrela do dia. Assada e recheada com risoto de castanhas e ervas. Nhami! Acreditem, não é difícil!

Então vamos lá…



Ingredientes
– 3 abóboras
– 1 copo de arroz arbóreo
– 1/2 xícara de vinho tinto seco
– 2 dentes de alho
– 4 colheres de azeite
– 200g de parmesão ralado
– 150g castanha do Pará, amêndoas e semente de girasol picadas
– manjericão, tomilho e alecrim
– 2 cubinhos de caldo de legumes

Continue lendo
carnes, clássicos, prato único, receitas

Minha receita de carne de panela com legumes e um protesto/esclarecimento

Não sou o Rogério Fasano, não entendo tudo de gastronomia, e infelizmente, não sou dono de restaurantes e hotéis bacanas.
Mas algumas semelhanças nos aproximam, também tenho sobrenome italiano e também sofro desse problema aqui ó:

Pois é, gostar de cozinhar e ter um blog faz com que os convites para comer em outras casas diminua a cada dia, isso acontece ou porque sou chato ou porque as pessoas pensam que eu só gosto de comer coisas sofisticadas e/ou exóticas.
Como quero acreditar que não sou chato (como todo chato acredita), entendo que passo com o blog uma idéia equivocada sobre minhas preferências culinárias. Aproveito este post para fazer alguns esclarecimentos:

Continue lendo
peixes, prato único, receitas

Salmão ao molho de tomate, batatas e azeitonas.

Adoro salmão, e se for pra escolher o ponto, eu quase sempre vou preferir cru: sou apaixonado por comida japonesa e seus deliciosos sashimis.
Por isso quando preparo este peixe, normalmente faço a opção por grelhar, acho mais fácil controlar o ponto de cozimento, esquento bastante a frigideira para ter um filé grelhado por fora, mas bem mal passado no meio.

Continue lendo
prato único, receitas, risotos, vegetarianas

Um risoto diferente: Cevadinha, Brie e Brócolis

Fico feliz toda vez que penso em quantos ingredientes, receitas e combinações ainda terei a oportunidade de conhecer. É bom saber que o universo da gastronomia é ilimitado, e que basta um pouco de curiosidade e disposição para experimentar algo novo sempre.
Importante também é não ter preconceitos e abrir a cabeça para novos sabores, sei que muitas pessoas têm restrições alimentares, alergias ou já insistiram muito em algum ingrediente e realmente não gostam (nessa lista quase sempre aparece fígado, jiló, quiabo, coentro, etc…), mas cuidado com o “não gostar” sem experimentar, você pode estar deixando de provar o seu próximo prato preferido. 😉

Continue lendo
ao forno, aves, eu que fiz, molhos, prato único, receitas

Frango com legumes ao forno e chutney de tomate

Sou meio resistente ao peito de frango, no “ranking de sabor”, acho que ele está bem próximo do isopor e daquela pipoca doce do saquinho rosa.
Por outro lado gosto muito de misturar um monte de legumes com coxas e sobrecoxas, colocar dentro de uma forma e assar. Um prato único bem fácil de preparar.

Nessa receita acrescentei o chutney de tomate que fiz no final de semana, é bem parecida com a do chutney de manga, mas aqui é preciso de um pouco mais de açúcar para chegar ao equilíbrio agridoce que o molho pede. De qualquer forma, sugiro que você vá testando as quantidades, principalmente da pimenta.

Continue lendo